NUMISMA LEILÕES n.º 139, dia 14 de dezembro de 2023: Coleção "JUSTO"

Quarta-feira, 06 de Dezembro de 2023
NUMISMA LEILÕES n.º 139, dia 14 de dezembro de 2023: Coleção

A Numisma S.A. realiza no dia 14 de dezembro o leilão de número 139 com a denominada “Coleção Justo”. Apesar deste leilão ofertar 285 lotes, um número menor se compararmos com os leilões anteriores, a sua qualidade eleva em muito a importância desta sessão. Integrando, na sua maioria, moedas de ouro em ótimo estado de conservação e raras, há ainda um grande número de lotes cujo destaque se faz necessário.

A moeda que dá o nome à coleção agora apresentada para venda pública é o lote nº 15, um belo Justo de D. João II, exemplar da mais alta raridade, que pertenceu a afamadas coleções portuguesas, e ilustrado no Livro das Moedas de Ouro de Portugal Lisboa, 2006, de Javier Sáez Salgado. No estudo realizado pelo presidente da Sociedade Portuguesa de Numismática, Professor Doutor Rui Centeno, regista-se que este exemplar pertenceu às antigas coleções de Elmano Costa, J. Abecassis e Michäelis de Vasconcelos. A existência de um erro na legenda do anverso, que apresenta um “L” retrógado, motivou alguns autores a sugerir, sem grande fundamento, que este exemplar poderia pertencer à emissão inaugural desta nova moeda de D. João II, hipótese que o estudo dos cunhos, posteriormente realizado, não parece confirmar (cf. trabalho de Rui Centeno, Ainda sobre as emissões do Justo de D. João II, Lisboa, Numisma S.A., 2021, pág. 16, n.º 5.a).

Este leilão está dividido em duas partes: a primeira, constituída por 240 lotes da “Coleção Justo”, e, a segunda parte, pelos lotes 241 a 285, com a designação “Moedas de Ouro Orbe”. Ambas serão leiloadas no dia 14 de dezembro, às 15:00, através das plataformas online “bidspirit” e “bidinside”, sendo possível inspecionar todos os lotes na sede da Numisma, nos dias 6, 7, 11 e 12 de dezembro com marcação prévia. Nas páginas 7 a 11 a própria Numisma destaca quarenta lotes pela sua raridade e belo estado de conservação, todos da primeira parte do leilão, e por isso detalhamos alguns desses destaques

A primeira parte começa com um Tremisse Suevo (lote nº 1) extremamente raro e belo, seguido de duas moedas visigodas também em ouro (lotes nº2 e 3). Seguem-se as moedas de Portugal com dois exemplares raros de D. Sancho I (lotes nº 4 e 5) e, na sequência, mais moedas raras e belas em ouro e prata dos reis portugueses, como o lote nº 17, um valioso português de D. Manuel I, muito raro, e em belo estado conservação para uma moeda que viajou muito. De D. João III, os lotes 20 a 23 apresentam um português raro e três cruzados que merecem a devida atenção. O lote 27, um engenhoso de D. Sebastião I, com valor de 500 reais, além da sua elevada raridade, é uma moeda incontornável da história portuguesa e, por isso, muito desejada em qualquer grande coleção numismática. O lote 30, uma moeda de 500 reais de D. Henrique I, raríssima, como toda a numária do Cardeal D. Henrique, devido às circunstâncias do seu breve reinado, em que a emissão em ouro se mantém escassa seguindo as diretrizes vigentes sob D. Sebastião I. 

O reinado de D. João V, como sempre representado com grande opulência nos catálogos da Numisma, com 28 lotes em ouro, incluindo peças raras e raríssimas (lotes 48, 53, 59, 66, 67 e 72) de elevado valor e sempre muito procuradas pelos colecionadores. O mesmo se passa com D. José I, que está presente com 13 lotes em ouro (nºs 80 a 92) e um cruzado novo, raro, de 1763 em prata. Do reinado conjunto de D. Maria I e D. Pedro III há três peças em ouro (lotes nº94 a 96), e, de D. Maria I, o lote 98 do qual só são conhecidos quatro exemplares, da mais alta raridade e em belo estado de conservação, uma peça de 1786 com véu de viúva, seguida por outras nove igualmente belas peças desta soberana (lotes nº 99 a 107). D. João VI aparece com uma peça de 1820, muito rara e em estado soberbo (lote nº113), do tempo do governo português em território colonial brasileiro em resultado das invasões francesas, altura em que a emissão em ouro foi muito pequena. A esse lote seguem outras peças de D. João VI cunhadas após o retorno da coroa portuguesa à Portugal (lotes 114 a 118).

D. Luís I, o “Rei numismata”, aparece com diversos lotes em ouro em estados de conservação diferenciados, sendo alguns raros, desde o lote 129 ao lote 141, a que se seguem moedas diversas (lotes 142 a 147), onde deparamos com o lote 144, os  50 réis de 1888, único exemplar conhecido, dado que não existe na coleção real ou na Casa da Moeda, não havendo mesmo registo da sua emissão, aventando-se que os cunhos foram fabricados mas, após a produção das moedas em prata de maior valor, como não havia prata suficiente para a emissão dos 50 réis, a produção foi então cancelada.

Com o lote 159 se iniciam as moedas da República Portuguesa, também com uma miniatura em ouro de 2$50 de 1966. Os  lotes 166 e 169 são compostos por grupos de moedas, o que muito pode interessar os jovens colecionadores e comerciantes da especialidade, assim como os lotes 170 a 177 que possuem grupos de moedas comemorativas e moedas das ex-colónias. Os lotes 178 a 197 integram moedas comemorativas lançadas pela Casa da Moeda em PROOF e BNC, seguidos pelos lotes 200 e 228 com moedas comemorativas e de circulação normal estrangeiras, encerrando esta primeira parte do leilão com medalhas em ouro e prata (lotes 229 e 240).

A 2ª parte do leilão, é composta quase exclusivamente por moedas em ouro, com exceção do último lote com três moedas em prata e cobre emitidas pelo Vaticano (lote 285). As 5 primeiras peças (lotes 241 a 245) são portuguesas, a que se segue amoedação estrangeira em ótimo estado, com diversas moedas da Austrália (lotes 249 a 255) e Reino Unido (lotes 273 a 279).

Este catálogo impresso está disponível para consulta na sede da SPN, mas também pode ser consultado online. Com moedas em ouro em belo estado, algumas do mais alto grau de raridade, este leilão da Numisma novamente aumenta o nível qualidade destes eventos para as leiloeiras nacionais.

A. Baeta


< voltar

Jean ELSEN & ses Fils S.A., Vente publique 159, 21 e 22 de junho de 2024
Jean ELSEN & ses Fils S.A., Vente publique 159, 21 e 22 de junho de 2024

NUMISMA LEILÕES n.º 141, dia 6 de junho de 2024: Coleção
NUMISMA LEILÕES n.º 141, dia 6 de junho de 2024: Coleção "Miles"