NUMISMA LEILÕES nº 106: Importante Colecção de Moedas de Ouro Colecção Porto Vintage II, Lisboa 22-23 de junho 2016

Domingo, 12 de Junho de 2016
NUMISMA LEILÕES nº 106: Importante Colecção de Moedas de Ouro Colecção Porto Vintage II, Lisboa 22-23 de junho 2016

Nos dias 22 e 23 de junho, a empresa Numisma Leilões vai levar à praça em três sessões um importante conjunto de 614 lotes de moedas da Antiguidade Clássica, suevas, visigodas, muçulmanas, portuguesas e estrangeiras, maioritariamente de ouro como o próprio título do bem ilustrado catálogo assim o indica, onde imperam alguns exemplares excepcionais.

Neste precioso lote de raridades, podemos destacar, por exemplo, o triente e o solidus suevos (lotes 61 e 62), os tremisses visigodos de Eliberri e Cordoba, cunhados em nome de Recaredo II e Recesvindo (lotes 76 e 83), respetivamente. Entre as moedas portuguesas, sobressai um morabitino  de Sancho I (lote 98), o raro tornês de D. Dinis (lote 106; ex-Col. Julius Meili, Amsterdão, J. Schulmman, 23 de maio 1910, lote 20 e ex-Col António Marrocos, Numisart, Genebra, 5 de junho 1995, lote 10), a espetacular dobra "pé de terra" (lote 110) e o meio tornês da Corunha com a representação do farol romano desta cidade no reverso (lote 118), cunhados no reinado de D. Fernando; também é imperioso destacar o "Português" de D. Manuel I com os "NN" retrógados (lote 148) e dois outros exemplares de D. João III (lotes 156-7), bem como o raro Meio S. Vicente do Porto (lote 159). Ainda despertaram a nossa atenção os rarissimos lotes 184 e 188, 4 cruzados LB-IIII de Filipe II e 4 cruzados de 1642 com carimbo "4 coroado" de D. Afonso VI. O reinado de D. João V está muito bem representado, onde pontificam naturalmente alguns exemplares muito raros como os lotes 216, 222, 229,233, 236, 241 e 250. Mas também deparamos com lotes excepcionais nos reinados de D. José I (lote 294), D. João VI (lotes 340 e 342) e D. Maria II (lotes 354-5). Na numária colonial portuguesa, a estrela maior é a barra de ouro da Casa de Fundição de Sabará, datada de 1812, peça de excepcional raridade, merecendo também uma referência os 117 lotes (n.º 391-507) da Índia portuguesa, onde estão presentes moedas como: os S. Tomé de 12 xerafins, de Goa, 1763 (lote 441), 1791 (lote 458), 1803 (lote 459, 1825 (lote 471) e ainda o ensaio em prata de xerafim, com data de 1840 (lote 487). O leilão termina com um bom conjunto de moeda em ouro e prata de diversos países que irá despertar grande interesse entre os colecionadores de moedas estrangeiras (lotes 519-614).

Pelos lotes que acabamos de enumerar, constata-se que estamos perante mais um leilão de grande qualidade, facto que não nos surpreende, considerando que tal tem sido um desiderato da Numisma Leilões ao longo dos seus 40 anos de existência que comemora em 2016.

RC

 


< voltar

NUMISMA LEILÕES n.º 121, dia 11 de dezembro de 2019
NUMISMA LEILÕES n.º 121, dia 11 de dezembro de 2019

75ª Permuta por correspondência inter-associados da SPN: AMANHÃ, 5 de dezembro, pelas 21H30
75ª Permuta por correspondência inter-associados da SPN: AMANHÃ, 5 de dezembro, pelas 21H30