NUMISMÁTICA LEILÕES: 38º leilão, em 22 de outubro de 2019

Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
NUMISMÁTICA LEILÕES: 38º leilão, em 22 de outubro  de 2019

É já no próximo dia 22 de outubro que irá decorrer a 36ª venda pública organizada pela Numismática Leilões. Este evento terá lugar no VIP Executive Zurique Hotel, em Lisboa, onde serão levados à praça 1312 lotes de grande diversidade, como vem sendo habitual nos leilões da Numismática Leilões, abrangendo assim um público muito diversificado, desde colecionadores consagrados a iniciados no gosto pela Numismática.

A 1ª sessão desta venda é constituída por lotes individuais ou con várias peças (1-445), oriundas de diversos países, desde moedas, a medalhas e selos reais, em geral, com preços base bastantes acessíveis e, por isso, destinado fundamentalmente aos aficionados que estão a dar os primeiros passos neste tipo de colecionismo, onde encontrarão muitos motivos de interesse.

A 2ª sessão, arranca com um interessante grupo de lotes de moeda romana (446-81) e hispânica (442-94), passando, de imediato, à numária portuguesa (496-794) e ultramarina (795-927), recheada de raros e valiosos espécimes. Sendo fastidioso enumerar todas as raridades, vamos referir os exemplares que mais despertaram a nossa atenção:a Barbuda L, de D. Fernando I (508), os Tostões R-P e I-A, de D. João III (553 e 554), o Tostão 1641, de D. João IV (585), raríssimo Cruzado 1706, de D. João V (645) e o excecional, e da mais alta raridade, Cruzado 1829, de D. Miguel I (678), exemplar que vai seguramente ter muitos pretendentes. Já para a numária ultramarina, a nossa atenção dirigiu-se para as 6 Macutas 1762, de D. José (798), de grande raridade, e para a interessante moeda de XXXX Réis de D. João III, com carimbo brasileiro 80 coroado, do reinado de Afonso VI (836), considerado exemplar único.

Seguem-se alguns lote de moedas dos Grãos Mestres portugueses da Ordem de Malta (929-50), numária muito apreciada pela generalidade dos colecionadores nacionais. O leilão prossegue com numária de ouro, fundamentalmente portuguesa (955-1017), onde sobressai o Dobrão joanino de 1727M (963), mas onde também se encontram alguns exemplares romanos (951-3), do Islão (954) e estrangeiros (1018-23).

O leilão termina com um meritório conjunto de moedas espanholas (1024-312), esencialmente de prata, constituíndo uma boa oportunidade para os colecionadores portugueses amantes da numária espanhola poderem adquirir em Portugal alguns espécimes de interesse para as suas coleções.

Um palavra para o bom nível do presente catálogo, denotanto um esforço continuado da Numismátiça Leilões na melhoria da qualidade das suas edições, cumprindo-nos ainda manifestar as nossas congratulações por mais esta realização.

RC


< voltar

Catálogo já disponível da 75ª PERMUTA POR CORRESPONDÊNCIA INTER-ASSOCIADOS, 5 DE DEZEMBRO DE 2019
Catálogo já disponível da 75ª PERMUTA POR CORRESPONDÊNCIA INTER-ASSOCIADOS, 5 DE DEZEMBRO DE 2019

NUMISMÁTICA LEILÕES: 38º leilão, em 22 de outubro  de 2019
NUMISMÁTICA LEILÕES: 38º leilão, em 22 de outubro de 2019